Informações sobre hanseníase, causas, sintomas  e tratamento da hanseníase, identificando práticas que possam contribuir para a cura e irradicação deste problema de saúde. Abordamos o preconceito da sociedade para com portadores de hanseníase.


Tratamentos associados à hanseníase

Tratamento da Infeção 
Bactérias M. leprae podem ser completamente curadas com a poliquimioterapia (PQT). MDT significa tomar dois ou três antibióticos especiais (rifampicina, dapsona e por vezes clofazamine) durante entre 6 meses e 2 anos, dependendo do tipo de hansenáse. Depois de apenas algumas doses de PQT pessoas com hanseníase já não são infeciosas para os outros, mas para curar sua doença precisa tomar todos os antibióticos prescritos pelo seu médico. Pessoas com hanseníase geralmente não precisam ficar no hospital para tratamento.

Tratamento e cuidados para as deformidades e incapacidades 
Hanseníase frequentemente pode danificar os nervos e causar deformidades, especialmente se o diagnóstico da doença for retardado. Infelizmente, o dano que resulta, muitas vezes para as mãos ou para os pés não podem ser curados com antibióticos: sendo denominados de cicatrizes de hanseníase. Terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas podem ajudar as pessoas a tomar um cuidado especial com as mãos e os pés para evitar o desenvolvimento de problemas adicionais. A cirurgia reconstrutiva pode ser feita em pessoas que apresentem uma série de deformidades e incapacidades devido a hanseníase, tornando possível manter uma vida independente e produtiva. 

Controle de hanseníase
A hanseníase é cada vez menos comum em todo o mundo. Os programas de triagem no passado resultaram na deteção precoce da hanseníase.

Programas de tratamento eficazes com a terapia MDT reduziram a transmissão da doença. As pessoas que vivem na mesma casa, com uma pessoa com lepra devem ser examinados e acompanhados por um médico ou enfermeiro.

Índice dos artigos relativos a Hanseníase
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL